• White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Instagram Icon
  • White Likendin Icon

© 2017 Mansur Murad Advogados

A marca Iódice, fundada em 1987 por Valdemar Iódice, é referência na moda brasileira e constrói uma trajetória de sucesso há décadas. A família Iódice – Valdemar e seus filhos Alexandre, Adriano e Camila – administra e cuida de todos os aspectos da empresa, preservando os mesmos valores do ínicio, mas constantemente se modernizando.

 

O primeiro desfile da marca foi realizado em 1995, nos primórdios do São Paulo Fashion Week, marcando o início da sua trajetória de sucesso. A primeira loja Iódice foi inaugurada no Shopping Iguatemi em 1998 e, em 2001, sua primeira flagship foi aberta na Rua Oscar Freire. A marca também conta com showrooms em Nova Iorque e Los Angeles e atualmente está presente em diversas multimarcas tanto no Brasil quanto no exterior.

 

Atendendo às necessidades da mulher contemporânea, a marca é conhecida no mercado pelo impecável desenvolvimento das coleções, refletindo sofisticação e praticidade no design das peças. Adriano Iódice conta, abaixo, um pouco sobre a trajetória de sucesso da marca e suas visões sobre a moda e o direito.

 

 

Na sua visão, o que é moda (em uma palavra, ou uma frase)?

 

Moda é aquilo que vende!

 

 

Na sua visão, o que é direito (em uma palavra, ou uma frase)?

 

Direito é respeitar e fazer as regras e leis serem respeitadas!

 

 

A Iódice, marca de sucesso e de grande prestígio, tem presença forte na indústria da moda nacional. Quais os desafios enfrentados para se estabelecer e permanecer no mercado de alta competitividade?

 

Acho que o desafio de qualquer marca de moda é de se reinventar, sempre mantendo seu DNA.

 

 

O grupo Iódice já se sentiu na necessidade de mudar a rota e, inclusive, alguns aspectos da identidade da marca, visando atender às vontades atuais das clientes?

 

Somos uma empresa com fortes características industriais e atacadistas, e especificamente nos últimos quatro anos apostamos fortemente no varejo. Assim, tivemos que aprender como operar o varejo com excelência.

 

 

Diante do cenário dinâmico da moda, a marca já foi alvo de cópia ou imitação? Se sim, quais foram as implicações do ocorrido – houve algum tipo de abalo na reputação?

 

Nos anos 1980 e 1990 havia a febre da “logo mania”. Durante estes anos, fomos copiados e bastante falsificados. Quando esta moda dos logos estampados nas peças (camisetas geralmente) passou, os falsificadores migraram para as marcas de esporte. Entendemos que historicamente não houve danos mais sérios. Na época, com um trabalho em conjunto com nosso departamento jurídico externo, identificamos lotes e fizemos buscas e apreensão junto com a polícia, como medidas de combate à pirataria.

 

 

A nova era da tecnologia trouxe grandes transformações para a forma de atuação e os efeitos do mercado perante a sociedade. Qual o posicionamento da marca nessa nova era da tecnologia? Como acompanhar a dinamicidade?

 

O consumidor está mais conectado, e tem 100% das informações na tela de seu celular. Assim, manter o DNA da marca, oferecer produtos de ótima qualidade  e criar produtos que o consumidor ainda não tem em seu guarda-roupas, além de melhorar o conforto da experiência na loja tem sido os elementos de nossa estratégia para crescer.

 

 

Como o grupo Iódice concilia seguir as tendências das temporadas e, ao mesmo tempo, manter a essência e identidade da marca, formada pelo sobrenome da sua família.

 

A Iódice sabe quem é a nossa cliente: uma mulher real, que trabalha, tem filhos, cuida do corpo, se ama e é amada. Seguimos as tendências da moda, mas temperamos nossa coleção com estes atributos da mulher real. Ou seja, é para ela que fazemos roupas, e não para quem leva a vida de artistas de Hollywood.

 

 

Sabemos que por trás da semana de moda há muito mais que o glamour das passarelas. Para chegar no resultado final do desfile, há inúmeras questões a serem tratadas como, por exemplo, contratos com modelos e questões trabalhistas. Nos informe um pouco sobre os pontos que mais lhes desafiam/preocupam, tendo em vista os aspectos jurídicos.

 

Contratamos nossas modelos somente de agências sérias com tradição no mercado e que seguem a lei. Esta é a solução, já que desfilamos há mais de 25 anos e nunca tivemos nenhum tipo de problema nesse sentido. Somos uma empresa bastante séria e que aprecia seguir as leis e regras.